Cidadãos de Valença-Tui mostram através de fotos seu sentimento pela Eurocidade

 

Figura 1- Primeiro “Post” publicado da Acção de Visibilidade

 

  • Com as hashtags #eurocidadeduasirmas e #eurocidadevalencatui, uma iniciativa visibiliza a cooperaçõ Galicia - Norte de Portugal.
  • O projeto LIDERA está cofinanciado pelo fundo FEDER através do POCTEP.

 

 

Por Fundación Galicia Europa

 

Milan Kundera disse, certo dia, que “podemos reprovar-nos a nós próprios por alguma acção, por alguma observação, mas não por um sentimento, simplesmente porque não temos qualquer controle sobre ele.” Se não existe nada mais intenso e inexplicável que um sentimento, principalmente o do amor, porquê reprimi-lo ou ignorá-lo? É assim que nasce, em Abril de 2018, Acção de Visibilidade da Cooperação Transfronteiriça, sob a designação de Uma Fotografia, Um Sentimento!” e cujo acrónimo era “YLoveEurocity!

As gentes da raia de Galicia e do Norte de Portugal, principalmente as da Eurocidade Valença-Tui, encontram muitas dificuldades em explicar ou definir o que é a Eurocidade. Não por não saibam o que é, mas porque se trata, no fundo, da expressão maior de um sentimento. Mais que ser da Eurocidade, as gentes da raia sentem a Eurocidade. Sentem-na através dos familiares, amigos e companheiros de trabalho que se repartem pelos dois lados da margem do Minho. Sentem-na através das suas rotinas diárias de trabalho e lazer. Sentem-na porque comungam dos mesmos sentimentos de partilha cultural, histórica e humana. Sentem-na porque falamos, em resumo, de pessoas, e as pessoas não são capazes de viver algo que não sentem. 

 

 

Figura 2- O Judoca medalhado Lino Martinez Perez (Juvalença/Judo Club Tudense)

 

 Foi com esta perspectiva sobre a vida na Eurocidade, possivelmente partilhada por muitas outras comunidades raianas, que a Acção Visibilidade se deu a conhecer por Narciso Luís Esteves Serra. A Acção de Visibilidade da Cooperação Transfronteiriça surgiu como um desafio pensado e proposto pelo Curso de Agentes de Cooperação Transfronteiriça, desenvolvido pela Fundación Galicia Europa – através do Projeto LIDERA, integrado no Programa Interreg V Espanha-Portugal 2014-2020 (POCTEP) – em que se pretendia a concretização de uma actividade que possibilitasse fomentar e dar visibilidade à cooperação transfronteiriça entre a Galiza e o Norte de Portugal.

Assim, pretendia-se de forma simples, genuína e interactiva dar espaço a que este sentimento se expressasse. A configuração encontrada para que isso pudesse acontecer foi descomplicada: tirar uma fotografia (sozinho ou acompanhado) e associar à fotografia um comentário e um Hashtag referente à Eurocidade Valença-Tui/Tui-Valença - #eurocidadeduasirmas; #eurocidadevalencatui. Por fim, partilhar nas redes sociais (Facebook, Twitter, Instagram, por exemplo). O Município de Valença juntou-se à iniciativa e patrocinou a construção de uma placa para fotos que foi presença assídua em alguns dos eventos promovidos pelo município e/ou pela Eurocidade.

 

Figura 3- Placa para fotos

 

 

O formato apresentado para a Acção de Visibilidade da Cooperação Transfronteiriça correspondia à necessidade de “desconstruir” as típicas acções e iniciativas, fortemente institucionalizadas, pré-formatadas e rígidas, em que as instituições envolvidas pré-determinam todos os passos de funcionamento.

Com esta metodologia, o cidadão comum, aquele que vive e sente diariamente a Eurocidade – nas suas oportunidades e constrangimentos –, tornou-se o principal dinamizador da Acção. Como não existem dois cidadãos exactamente iguais no que respeita à sua opinião, personalidade e identidade, pretendia-se que o resultado alcançado reunisse o maior número de opiniões, sugestões e comentários possíveis ampliando, desta maneira, o raio de acção dos decisores no momento de decidirem sobre a gestão conjunta do território. Em resumo, priorizou-se de forma prática, simples, genuína e interactiva, a partilha de experiências e de vivências entre cidadãos com objectivos e preocupações comuns, assentando na base da cooperação e da cidadania activa/participativa.

 

 

Figura 4- Projetos musicais com participação comum

 

Podemos dizer que Acção de Visibilidade da Cooperação Transfronteiriça, como iniciativa embrionária, foi um sucesso. Participaram voluntária e espontaneamente várias pessoas de ambos os lados da fronteira, criando uma dinâmica interessante de “Likes” e “Shares” e a perpetuação dos Hashtag na Web. Ainda hoje podemos observar a publicação de “Posts” com os Hashtags da Acção de Visibilidade, recordando, de certa forma, o impacto da iniciativa junto da comunidade da Eurocidade e as potencialidades da mesma para acções futuras.

 

                                                           

 

Figura 5 - Narciso Serra e Betty Gil, dois agentes da cooperação transfronteiriça, partilhando sua ilusão para uma eurocidade inclusiva

 

 

Figura 6 - María Cabaleiro. O mesmo sentir do outro lado do rio

 

 

Highlighted projects | tutorials

 

 

#HistoriasIbéricas | POCTEP in the media

 

 

 

Newsletter

Seleccione abajo para suscribirse

Capitalisation: Interact Thematic networks

POCTEP Contacts

Contacts 2014-2020 | Contacts 2007-2013

  • programa@poctep.eu
  • (+34) 924 20 59 58
  • C/ Luís Álvarez Lencero 3, Planta 3ª, Of. 13, 06011 BADAJOZ (Spain)